Segredos do preparo de Café Amargo #1

Cartola_by_pinottis

Olá!

Café Amargo, larp que acontecerá nos próximos dias 12 e 19 de dezembro no Ateliê Compartilhado – Casa Amarela (saiba mais aqui), dá continuidade a algumas pesquisas iniciadas em Ouça no Volume Máximo (não sabe do que estou falando? Clique aqui). Gostaria de comentar sobre três aspectos dessa caminhada pela linguagem do larp.

Em primeiro lugar, Café Amargo aprofunda a busca por temáticas cotidianas, próximas das experiências de vida dos participantes. Indo na contramão do fantástico e do excepcional, que caracterizam a maior parte dos larps realizados no Brasil, Café Amargo aborda um assunto rotineiro – separações – e incentiva a criação de situações familiares ao grupo. Apesar da estrutura aberta do larp até mesmo permitir o surgimento do fantástico, ele não faz parte de sua essência.

De certa forma, isso já aparece em Ouça no Volume Máximo. O fantástico é retirado de cena – não temos seres mitológicos, monstros, experiências sobrenaturais ou extraordinárias – e os personagens são pessoas normais, com histórias de vida e relações interpessoais que, apesar de incomuns, já vimos acontecer. Contudo, o que Café Amargo faz é dar um passo além. A fantasia dos astros da música e o atrativo de ser alguém “mais interessante” do que você são deixados de lado, e os participantes podem se concentrar na vivência das separações.

O segundo aspecto envolve o controle temporal do jogo. Em Ouça no Volume Máximo há um elemento externo – o alarme sonoro – avisando os participantes do final do larp. Ainda que incorporado na diegese – um dos personagens usa o alarme para indicar que precisa ir embora – ele não é controlado pelo grupo e não dialoga com o andamento do larp: a reunião é encerrada a qualquer momento, desconsiderando o ritmo do jogo.

Em Café Amargo, por outro lado, os próprios participantes determinam o fim das cenas, através do café. Isso entrega a eles o controle do fluxo narrativo, podendo criar e organizar os desenvolvimentos, clímax e conclusões em cada história de separação. Uma realização de Café Amargo pode durar 15 minutos ou se estender por 5 horas, de acordo com o interesse dos participantes e o desenrolar das cenas.

Finalmente, Café Amargo procura concentrar-se ao máximo no momento exato do jogo. Partindo da visão de larp como o que acontece quando os participantes estão, efetivamente, representando seus personagens uns com os outros, Café Amargo busca eliminar tudo que é desnecessário e não corresponde à representação em si. Com isso, estou me referindo a fichas de personagens e enredos pré-estabelecidos.

Ouça no Volume Máximo apresenta uma estrutura vaga, repleta de lacunas para se preencher durante o jogo. Todos sabem que estamos no reencontro de uma banda, mas qual é essa banda, o que aconteceu durante sua existência e como ela acabou devem surgir durante a representação. Da mesma forma, os participantes iniciam o larp sabendo apenas qual instrumento seu personagem tocava e se ele está disposto a voltar ou não. Tudo mais deve surgir no improviso, no jogo com o grupo.

Café Amargo vai mais longe. Retira essa estrutura ficcional – a banda de sucesso que se reencontra – e fica apenas com uma sugestão de acontecimento – um café de despedida. Leva embora também o máximo de informações prévias sobre os personagens, deixando somente o dado de que a relação entre eles deve ser significativa o bastante para que a notícia da despedida não seja um acontecimento trivial. Assim, concentra os participantes no momento exato do larp e, ao mesmo tempo, entrega a eles de maneira radical a responsabilidade pela criação dos personagens e de suas relações. Agora, eles não estão mais improvisando sobre uma partitura, mas criando-a enquanto representam.

Por enquanto, é isso. Na próxima postagem, mais segredos do preparo de Café Amargo, incluindo a íntegra de “Nunca sei seu olhar”, conto que inspirou o larp. =)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s