Exercícios de preparação para Uma tarde no museu

2014-07-12 15.53.16

Em qualquer larp, preparar os participantes para a experiência proposta é fundamental. Explicações claras sobre o jogo, esclarecimento de dúvidas e exercícios de imersão são ferramentas poderosas para deixar o grupo em sintonia e revelar como o larp pode ser vivenciado.

Na experiência de Uma tarde no museu, realizamos alguns exercícios preparatórios, que apresento a seguir.

1. Reconhecimento dos pares

Sentados em círculo, os participantes se apresentam, dizendo seus nomes, idades, ocupações e expectativas quanto à experiência que irão vivenciar. Caso o larp seja realizado num museu ou galeria de arte, conversem sobre a relação do grupo com esse espaço.

2. Pensando a si mesmo

Os participantes caminham pelo espaço, sem pressa. O organizador, calmamente, pede que cada um pense sobre as informações apresentadas na dinâmica anterior: nome, idade, ocupação e expectativas. Em seguida, sugere às pessoas que imaginem variações de si mesmas a partir desses dados. Que outra formação ou profissão você gostaria de ter? Como este outro caminho teria mudado sua vida? Como você se imagina daqui 20 ou 30 anos? O que será diferente em sua personalidade, em sua saúde ou em seu cotidiano? Pense em um novo nome para você. Isso mudaria sua percepção sobre si próprio de alguma forma? Você consegue imaginar outros motivos que poderiam ter lhe trazido a este larp?

3. Olhar o outro

Todos caminham pelo espaço. Assim que o organizador indicar, os participantes param e fixam o olhar sobre outra pessoa, observando-a em seus detalhes: cabelos, olhos, marcas de idade, emoções, roupas. Feito isso, cada um deve pensar numa palavra que defina a pessoa analisada. Em seguida, todos voltam a andar e repetem o exercício pelo menos mais uma vez.

4. Definindo a si mesmo

Enquanto os participantes caminham pelo espaço, o organizador pede que pensem em como se sentem, em seus estados de espírito: alegres, ansiosos, tensos, impacientes? Quando indicar, todos devem parar, adotando uma postura que corresponda ao ânimo observado. À um novo sinal, todos voltam a andar, pensando agora num estado de espírito diferente do anterior. Em seguida, param mais uma vez e se posicionam de acordo com o novo estado.

5. Olhar a obra

O grupo caminha pelos espaço do museu, observando os trabalhos expostos. O organizador indica que prestem atenção às formas, cores, suportes e mensagens das obras. Para cada uma delas, é sugerido aos participantes que digam em voz alta quais ideias e sensações evocam. Caso o larp não seja realizado num espaço de exposições, o organizador pode apresentar alguns objetos em substituição às obras.

A preparação – com explicações e exercícios – não garante a ausência de problemas num larp mas, com certeza, torna o participante muito mais confiante sobre suas possibilidades de ação durante a experiência.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s